22 de fev de 2012

A HORA DO CRESPÚSCULO…

Muitos até hoje torcem o nariz pro quadrinho nacional…

Nunca pensei assim desde que Arthur, meu vizinho que morava em frente a minha casa na minha infância , (após dizerem que eu colecionava quadrinhos),  veio perguntar que tipo de quadrinhos eu lia.
Mostrei meus exemplares do hulk e outras nacionais como Sergio Mallandro, Trapalhões e etc…

Ele presunçoso como qualquer garoto mais velho disse : “"Quadrinho bom é o de terror!”

Quando criou confiança pra eu ir na casa dele (poucos ou as vezes ninguém poderiam)… Ele vem arrastando um caixote lotado de quadrinhos… Calafrio, Mestres do Terror, Drácula, Lobisomen …

Foram semanas de medo, suspense e algo que criança não faz noção : Traço e estilo.

Com os quadrinhos de Terror pude notar a diferença que na época era pouca nos quadrinhos de herois , que existem diversos artistas com diversos traços diferentes.

E eu não achava aquilo normal…

E no meio disso tudo…Desses “anormais” …Ainda por cima tinha o Bené …
Hoje é mais conhecido como Joe Bennet.
E tinha Gian Danton (pra ‘piorar’ o.O ?)…  e foi assim que decidi :
Eu iria fazer quadrinhos pro resto  da minha vida.
Não sei se eu seria da turma hoje do ‘não existe quadrinho nacional que preste’, teria um emprego qualquer que não envolvesse arte…
Vai saber…
Mesmo assim, agradeço ao Arthur , de todo jeito.

Arthur teve que mudar , e agora eu já tinha idade pra ir nos sebos sozinho (na época só podia se fosse com ele ).

E minhas buscas por quadrinho nacional continuou.

Hoje parei mais, infelizmente , banca e sebos não tem mais nada que valha nacional ou que eu já não tenha ou tive.

Atualmente a migração da compra está sendo direto com os autores , seja em eventos ou pelo correio.

E ainda hoje espero que as hqs sejam tão boas como essa que comprei em um sebo e tive que desfazer pra um amigo que hoje não se defaz dela por nada (aff)

Peguei emprestado pra escanear , e parece que agora é o momento certo…

Com vocês, a primeira parte de A HORA DO CREPÚSCULO *:

SCAN0058SCAN0059SCAN0060SCAN0061SCAN0062SCAN0063SCAN0064SCAN0065SCAN0066SCAN0067SCAN0068SCAN0071SCAN0072SCAN0073SCAN0074

SCAN0075

* Na época em que essa revista foi lançada, era moda por o termo “a hora” na frente de filmes de terror (A hora do pesadelo, A hora da zona morta (?!?) , A hora do espanto, tudo acontecia na hora srrsrs) , Seguindo essa premissa, o autor Gian Danton resolveu brincar com esse termo e colocou quase ‘sumido’ , a  hora no título da Graphic Novel.

4 comentários:

  1. Até hoje quando falam do Joe Bennet eu só me lembro daquelas maravilhas que ele publicava na CALAFRIO... Comprava a revista só pra ver o que tinha dele, o resto era lucro!

    ResponderExcluir
  2. Ésta é na verdade a ultima parte de uma hq de 3 partes..Na épocav o editor nao publicou de forma regular...uma pena..como uma pena eu e o Gian sermos visionarios numa época ruim e pobre em termos de interesse por boas hqs...

    ResponderExcluir